Enem 2018 - Questão 131 (Caderno 7 - Azul - 2ª Aplicação)

(Enem 2018) Ao soltar um martelo e uma pena na Lua em 1973, o astronauta David Scott confirmou que ambos atingiram juntos a superfície. O cientista italiano Galileu Galilei (1564-1642), um dos maiores pensadores de todos os tempos, previu que, se minimizarmos a resistência do ar, os corpos chegariam juntos à superfície.

OLIVEIRA, A. A influência do olhar. Disponível em: cienciahoje.org.br.
Acesso em: 15 ago. 2016 (adaptado).

Na demonstração, o astronauta deixou cair em um mesmo instante e de uma mesma altura um martelo de 1,32 kg e uma pena de 30 g. Durante a queda no vácuo, esses objetos apresentam iguais


Para um mesmo astro, corpos em queda livre estarão sujeitos à mesma aceleração: a gravitacional. Para ser mais claro, a equação que descreve o movimento uniformemente variado (MUV) dos corpos é a seguinte:

$$ s = s_0 + v_0 t + \frac{a t^2}{2} $$

Ao deixá-los cairem naturalmente, temos que v0 = 0. Assim, rearranjando a equação:

$$ s - s_0 = \frac{a t^2}{2} \ \Rightarrow \ \Delta s = \frac{a t^2}{2} $$

Uma vez que os objetos percorrem o mesmo trajeto e chegam ao solo no mesmo instante, como destaca o enunciado, o martelo e a pena possuirão os mesmos Δs e t. Portanto, através da equação acima concluímos que a aceleração a tem que ser a mesma para que a igualdade seja satisfeita.

A título de curiosidade, na Lua, ag/6 ≈ 1,62 m/s2.

Resposta: d

Postar um comentário