Grandezas escalares e vetoriais - Resumo Nível Médio

Podemos dizer que tudo que pode ser mensurado é uma grandeza física. Essas grandezas podem ser classificadas em dois tipos: escalares e vetoriais.

Grandezas escalares

Toda grandeza que pode ser totalmente descrita através de um valor numérico seguido de uma unidade é uma grandeza escalar. O valor numérico é a intensidade da grandeza e a unidade faz referência ao sistema métrico utilizado.

Ao afirmarmos que a massa de um bloco é 3 kg ou que a temperatura de um termômetro é 26 °C, não precisamos acrescentar mais nenhuma informação para defini-las.

Figura 1. Exemplos de grandezas escalares

Podemos citar, como exemplos de grandezas escalares, massa, temperatura, volume, tempo, trabalho e energia.

Grandezas vetoriais

Já as grandezas vetoriais, além de um valor numérico e uma unidade, necessitam de duas informações extras para serem completamente descritas: direção e sentido.

Se apenas nos disserem que um barco está se movendo a 60 km/h no mar, não poderemos prever seu destino, para isso precisaríamos conhecer a direção e o sentido da velocidade.

Figura 2. Barco com destino incerto devido à falta de informação.

Mas, se nos disserem que o mesmo está navegando a 60 km/h, na direção sudoeste-nordeste, sentido nordeste, sua velocidade poderia ser completamente descrita por uma seta cujo tamanho representaria sua velocidade.

Figura 3. Grandeza vetorial.

Grandezas que, além do valor, precisam dessas duas informações extras, direção e sentido, para ficarem completamente descritas, são chamadas de vetoriais. Velocidade, força, aceleração, campos elétrico e magnético e quantidade de movimento são exemplos de grandezas vetoriais.



Nenhum comentário:

Postar um comentário